Por Que é Importante Pensar?

Baby1

É preciso pensar ou basta apenas, a priori, agir?

Em minhas palestras, já não me é surpresa quando um(a) jovem, do alto de sua empáfia, menospreza as admoestações que faço à reflexão, apontando para detalhes e panos de fundo que existem nos assuntos mais delicados que abordo, e que geralmente passam despercebidos pela grande maioria. Não é raro alguém dizer frases do tipo “isso é muito interessante, mas não funciona na prática” “é mais importante trabalhar e ganhar dinheiro do que ficar pensando nessas coisas”.

A história é direcionada conforme os pensamentos por trás dela. As ações são sempre em consequência do que foi pensado antes. A “prática” é, necessariamente, consequência de um pensamento ao qual ela estava contida. Sem pensamento, não há prática.

Assim, Quando René Descartes pensou que era melhor fatiar os problemas e resolvê-los em partes, a começar da mais simples para a mais complicada, ele iniciou um modo novo de lidar com as situações, e você e eu fazemos como ele ainda hoje, e aplicamos o pensamento dele em nossas vidas cotidianas.

Aristóteles nos ensinou alguns princípios básicos sobre o conhecimento – que só nos é possível através do pensamento. Aristóteles foi o filósofo da taxonomia, isto é, foi dele a ideia de classificar as coisas, os animais e tudo o que existe; e criar categorias para isso – repare que o pensamento de Aristóteles iniciou um modo de viver e pensar que está intimamente ligado a nós ainda hoje 2.300 anos depois.

Aristóteles classificou os tipos de conhecimento, e existem 3 deles entre os mais importantes: a teche ou técnica, que viríamos a chamar de tecnologia apenas alguns séculos atrás. Uma segunda forma de saber é o “conhecimento prático”. É se não o conhecimento moral, conhecimento de como viver melhor, de como agir, de como ‘praticar’ a arte de viver, tanto individualmente quanto na família e no estado. Por fim, há o conhecimento especulativo/contemplativo.

O conhecimento tecnológico aperfeiçoa as coisas materiais que fazem parte da natureza e que utilizamos para nosso proveito: coisas como rodas, carros, navios e panelas. O conhecimento moral, por sua vez, aperfeiçoa algo muito mais importante e muito mais próximo de nós, algo muito mais íntimo, por assim dizer, que são as nossas próprias ações, nossas vidas. E é este o motivo de o conhecimento moral ser mais importante do que a tecnologia: porque nossas vidas são mais importantes que as vidas de carros, navios ou panelas.

Portanto, quando um jovem diz que sua prioridade é trabalhar – o que significa adquirir e pôr em prática tecnologia – o que ele está dizendo é que a vida de uma panela ou de um batente de janela é mais importante que a vida dele! Este é um dos mais graves sintomas da doença endêmica que acomete a sociedade contemporânea. Abrir mão do pensar é, em última análise, preterir a própria vida em prol de um objeto qualquer.

Aristóteles, no entanto, não para por aí. Ele punha o ‘conhecimento da verdade’, isto é, o conhecimento contemplativo, acima até mesmo do conhecimento moral para pô-lo em prática na vida. E neste ponto ficamos tentados a pensar “isto é conversa de filósofo querendo defender a arte dele” “ninguém pode levar a sério a ‘arte de contemplar’ num mundo corrido como o de hoje”.

A resposta de Aristóteles é arrebatadora. O conhecimento contemplativo é o mais importante não porque ele é a ferramenta principal da filosofia, mas apenas e tão somente porque o que ele aperfeiçoa nos é ainda mais íntimo, mais valioso, e está muito mais próximo de nossa essência do que aquilo que o conhecimento moral aperfeiçoa. O conhecimento especulativo aperfeiçoa a mente, engrandece o espírito, que estão no nosso âmago, nas entranhas do nosso ser; que nos são muito mais íntimos, muito mais do que as ações que praticamos. O que está no íntimo do nosso ser faz parte de nós mesmos.

A resposta a pergunta do título não pode ser outra: é importante pensar porque eu escolho a mim.

 

Forte abraço, PMA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.