Blue Dream

4502204681_6080fde21d

Posso perceber o que era impossível imaginar.

O sonho desvaneceu, se dissipou em fragmentos.

Dor, sofrimento? Não, não mais. Não há mais espaço para eles. Não há tempo para eles.

A bem da verdade é que, a certa altura da vida, não há mais novidade alguma na dor e no sofrimento, se tornaram coisa de criança. Para surpreender-me é preciso mais, é preciso ir além, é preciso algo mais profundo que. O sofrimento se tornou meu velho conhecido.

É tudo tão estranho, tão diferente. Poderia dizer triste. Mas a tristeza tem seu lado estimulante. Há algo de novo, um novo olhar, uma nova perspectiva, um novo caminho. Uma nova percepção.

Há uma nova combinação de cores. Há uma nova combinação entre os feixes de sentimentos que nos compõem.

Há, afinal, uma nova esperança. Finalidade? Não, apenas devir.

Meu coração há de ser meu guia e me levar nesta nova caminhada. Com meus olhos novamente abertos, hei de enfrentar este novo desafio, este novo devir, que finalmente insurge perante meu ser.

Novos figurantes, novas dinâmicas. Novas regras.

O tempo é de viver.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.