O Divisor de Águas

x80942247_ES-Rio-de-Janeiro-RJ-31-01-2019-Campeonato-Carioca-20195-rodadaFlamengo-x-Cabofr.jpg.pagespeed.ic.6HnUj4L0-6O futebol é engraçado. O mesmo Flamengo que encerrou 2018 cheio de antipatia da sua torcida, conquistou boa vontade dessa mesma gente apenas pela simples expectativa criada sobre o desempenho de dois ou três reforços. Diego, por exemplo, desde que chegou se entrega em campo durante cada minuto que está nele. Agora, porém, seu esforço é reconhecido.

Esta boa vontade que se confunde com simpatia talvez tenha sido decisiva hoje (e para o restante da temporada). O golaço de Diego marcado aos 11° do segundo tempo não apenas reafirma definitivamente sua posição de liderança (em todos os sentidos – de grupo, técnica, etc.),  mas é o divisor de águas do 1º semestre rubro-negro. Após este gol o Flamengo passou a jogar por música. Passes precisos, lançamentos certeiros e chances que ameaçavam a meta adversária criadas com facilidade e em abundância.

O gol de bicicleta fez a confiança se espalhar entre os jogadores e o time que tinha tudo pra emplacar, emplacou. Isto não é garantia de nada, mas o Flamengo finalmente mostrou a que veio e se auto-credenciou como favorito. Não é mais só no papel. O time chamou para si a responsabilidade.

Senhoras e senhores, este é o Flamengo 2019.

 

Forte abraço, PMA

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.